Red Bull Bragantino Mostra Eficiência e Vence Vasco com Falha do Goleiro

Apesar de ser dominado durante a maior parte do confronto, o Red Bull Bragantino demonstrou eficácia ao derrotar o Vasco por 2 a 1 no Estádio Nabi Abi Chedid. A vitória foi garantida aproveitando uma falha do goleiro Léo Jardim e um erro da defesa vascaína, em jogo válido pela 2ª rodada do Brasileirão.

Donos dos gols

O Bragantino abriu o marcador no início do primeiro tempo, com um gol de Laquintana. O Vasco chegou a empatar com Vegetti, mas o gol foi anulado por impedimento, frustrando a torcida cruzmaltina.

No segundo tempo, Vegetti novamente balançou as redes para o Vasco, mas Vitinho recolocou o Braga na frente. O atacante argentino ainda acertou uma bola na trave, mostrando a periculosidade do ataque do Red Bull Bragantino.

Próximos confrontos

O próximo desafio do Red Bull Bragantino será contra o Corinthians, em Bragança Paulista, no próximo sábado (20), às 18h30 (horário de Brasília), pela 3ª rodada do Brasileirão. Enquanto isso, o Vasco terá pela frente o clássico contra o Fluminense, visitando o rival tricolor também no sábado, às 16h (horário de Brasília). Com esse resultado, o Red Bull Bragantino soma quatro pontos no Campeonato Brasileiro, enquanto o Vasco permanece com três pontos após a vitória sobre o Grêmio na última rodada.

Desvendando a Vitória do Bragantino sobre o Vasco

Você também pode gostar:
Bragantino 2 x 1 Vasco
Foto: Ari Ferreira / Red Bull Bragantino

No embate eletrizante entre Red Bull Bragantino e Vasco no Nabi Abi Chedid, o início fulminante definiu o destino da partida. O Massa Bruta se viu beneficiado por uma rara falha de Léo Jardim, que não conseguiu segurar a bola após o chute de Hurtado aos 6 minutos, permitindo que Laquitana empurrasse para as redes.

O confronto se desenrolou de forma franca, com ambas as equipes apostando em transições velozes para criar oportunidades de gol. O time paulista explorou especialmente os espaços nas laterais do Vasco, enquanto os cariocas buscaram os lançamentos para David e Rossi, além dos cruzamentos na área.

Em um desses lances aos 31 minutos, Rossi desviou de cabeça para Vegetti, que mandou para as redes. Contudo, o tento foi invalidado por impedimento de Rossi, decisão confirmada pelo VAR. Antes disso, Vegetti teve outra chance, mas cabeceou para fora após um cruzamento de Rossi.

Decisões Táticas de Ramón e Caixinha Viram o Jogo

Em desvantagem no marcador, o estrategista Ramón Diaz efetuou três substituições cruciais no Vasco durante o intervalo. Maicon, Zé Gabriel e Rayan adentraram o campo, substituindo João Victor, Mateus Carvalho e Rossi. Essas mudanças, tanto positivas quanto negativas, moldaram o desenrolar da partida para o Vasco.

No segundo tempo, o embate permaneceu intenso, com o Vasco criando mais oportunidades. A persistência vascaína, especialmente de Vegetti, foi recompensada. O atacante quase marcou em duas ocasiões, primeiro acertando a trave e depois tendo um gol anulado por falta cometida por ele mesmo. Léo também quase converteu de cabeça antes de Vegetti, aos 17 minutos, igualar o placar em um belo contra-ataque, iniciado por ele mesmo e finalizado por David.

Em seguida, uma substituição de Pedro Caixinha mudou o rumo da partida. O técnico português impulsionou sua equipe para frente, pressionando o Vasco, que não conseguia reagir. Bruninho ficou próximo de marcar, mas foi Vitinho, substituto durante o segundo tempo, quem recolocou o Red Bull na dianteira. Aos 32 minutos, Vitinho recebeu pela esquerda, cortou para dentro e finalizou com precisão. A bola desviou em Maicon e encobriu Léo Jardim, acertando o ângulo esquerdo do gol do Vasco.

Leia mais: TUDO IGUAL! Fluminense apenas EMPATA com o Bragantino na estreia do Brasileirão em pleno Maracanã

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.