Atlético-MG VENCE a primeira partida o Cruzeiro na Arena MRV

O Atlético-MG dominou completamente o Cruzeiro no primeiro tempo, conquistando uma vitória convincente por 3 a 0 no clássico deste sábado na Arena MRV. Foi a estreia vitoriosa do Galo contra a Raposa em seu novo estádio, encerrando um tabu e provocando o rival.

Autores do gols da partida

Zaracho, Paulinho e Guilherme Arana foram os responsáveis pelos gols do Atlético-MG. Na comemoração do terceiro gol, Arana provocou o Cruzeiro com o gesto de “chororô”, repetindo a provocação do título estadual conquistado há duas semanas.

Destaque do jogo

Gustavo Scarpa teve uma atuação destacada, participando diretamente dos três gols do Atlético-MG. Ele deu assistências para o primeiro e o terceiro gol, além de contribuir no segundo.

O técnico Gabriel Milito optou por sua sétima formação diferente no Atlético, escalando Bataglia na zaga. A presença do volante ao lado de Jemerson melhorou significativamente a saída de bola da equipe, que controlou o jogo do início ao fim.

Tabela

Você também pode gostar:

Esta é a primeira vitória do Atlético-MG no Brasileirão, após dois empates anteriores, somando agora cinco pontos e ocupando a 5ª posição na tabela. Enquanto isso, o Cruzeiro sofre sua primeira derrota no campeonato, permanecendo com quatro pontos e ocupando a 9ª colocação.

Próximo jogos

Na quarta rodada do Brasileirão, o Atlético-MG enfrentará o Cuiabá na Arena Pantanal no sábado, enquanto o Cruzeiro receberá o Vitória no Mineirão no domingo.

Scarpa se destaca como o ponto de virada para o Atlético

No início, o Atlético enfrentou dificuldades diante do Cruzeiro, que dominava a posse de bola e controlava as jogadas. Porém, aos 13 minutos, o Alvinegro conseguiu sua primeira investida, com Arana sendo parado por Anderson. Apesar disso, o jogo permaneceu truncado e com poucas chances para ambos os times.

A situação mudou quando o Atlético percebeu que Gustavo Scarpa estava livre para avançar. Aos 24 minutos, ele fez um cruzamento perfeito para Zaracho marcar um belo gol de bicicleta, desbloqueando o placar e empolgando a torcida na Arena MRV.

A partir daí, o jogo foi dominado pelo Atlético, com Scarpa continuamente acionado e contribuindo para os gols seguintes. Aos 34 minutos, seu cruzamento resultou no gol de Paulinho, que finalmente quebrou o jejum de gols contra o Cruzeiro.

Nos acréscimos, Scarpa novamente teve participação decisiva ao encontrar Arana, que ampliou o placar. Na comemoração, Arana repetiu o gesto do “chororô”, assim como havia feito no título Mineiro há duas semanas.

Paulinho desabafou após marcar contra o Cruzeiro

Atlético-MG 3 x 0 Cruzeiro
Foto: Pedro Souza/Atlético

O gol de Paulinho foi um alívio para ele, que enfrentava o Cruzeiro pela décima vez e ainda não havia marcado contra o rival. Apesar das oportunidades perdidas em clássicos anteriores, o gol finalmente saiu na Arena MRV, onde ele é conhecido como o “Rei” dos gols.

Sem pressão na etapa complementar

Um segundo tempo protocolar se desenrolou
Após um início promissor, o Atlético não parecia satisfeito com a vantagem de 3 a 0 no placar. No entanto, apesar de alguns ataques perigosos nos primeiros 10 minutos, o Cruzeiro passou a ter mais posse de bola, sem ameaçar muito o gol adversário.

O cenário do segundo tempo permaneceu inalterado: o Cruzeiro dominava a posse de bola, mas não conseguia criar oportunidades claras de gol contra o goleiro Everson. Enquanto isso, o Atlético buscava os contra-ataques, porém sem sucesso. O jogo seguiu nessa dinâmica até o apito final, com o placar final de 3 a 0 favorável ao Galo, o mesmo do primeiro tempo.

Leia mais: Com falha no final Atlético-MG cede EMPATE ao Criciúma

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.