Campanha VERGONHOSA: United perde para o Bayern, é eliminado em casa como lanterna da Champions e não disputará a EUROPA LEAGUE

Dentro de casa o Manchester United perde para o Bayern de Munique por 1 a 0 é eliminado na fase de grupos da Champions League e termina em último lugar e não consegue classificação para a Liga Europa

O Manchester United vivenciou uma despedida amarga da Champions League, sendo eliminado após perder por 1 a 0 para o Bayern de Munique em sua própria casa, Old Trafford, na sexta e última rodada da fase de grupos. O desempenho aquém do esperado não apenas encerrou a participação dos Red Devils no torneio, mas também os deixou sem uma vaga na Europa League, culminando na posição de lanterna de sua chave.

Campanha VERGONHOSA: United perde para o Bayern, é eliminado em casa como lanterna da Champions e não disputará a EUROPA LEAGUE

Campanha Vexatória do United na Fase de Grupos

A campanha do time inglês foi marcada por vexames, incapaz de conquistar vitórias na fase de grupos e, por fim, terminando fora da zona de classificação para a Europa League. O Manchester United, tradicionalmente considerado um dos protagonistas no cenário europeu, enfrenta agora um desafio significativo para reafirmar sua posição de destaque.

Classificação do Grupo A e Próximos Passos

O Bayern de Munique, líder do Grupo A com 16 pontos, e o Copenhagen, vice-líder com 8 pontos, asseguraram suas vagas nas oitavas de final. O sorteio para definir os confrontos subsequentes acontecerá na segunda-feira (18), às 7h30 (de Brasília), determinando os desafios futuros dos classificados.

O Desenrolar do Jogo e Gol Decisivo

Você também pode gostar:

Em uma partida onde o time de Erik ten Hag estava pressionado pela necessidade de vitória para manter viva a esperança de avançar, o 1º tempo foi equilibrado em Old Trafford. O Bayern, já classificado e garantido na liderança da chave, não precisou forçar muito, enquanto o Manchester United, buscando a vitória para seguir no torneio, desperdiçou oportunidades notáveis.

No 2º tempo, o time inglês retornou pressionando, mas um gol de Coman aos 25 minutos, após um passe preciso de Harry Kane, consolidou a vitória do Bayern e a eliminação do United. A equipe não conseguiu reagir, e o desfecho tornou-se ainda mais desfavorável com a vitória do Copenhague por 1 a 0 sobre o Galatasaray, garantindo a segunda posição do grupo para o time dinamarquês.

Próximos Desafios na Premier League

Sem perspectivas na Europa, o Manchester United volta suas atenções para a Premier League, onde enfrentará os próximos jogos. A temporada 2023/24 do United é marcada por baixo rendimento, com grandes tropeços. Na liga nacional, na Premier League, os Red Devils estão na sexta colocação.

Liverpool (Fora) – 17/12, 13h30 (horário de Brasília)
West Ham (Fora) – 23/12, 9h30 (horário de Brasília)
Aston Villa (Casa) – 26/12, 17h (horário de Brasília)

Leia mais: Manchester United deseja CONTRATAR Raphinha e propõe troca com o Barcelona

Erik Ten Hag elogia o time apesar da derrota

Após a eliminação do Manchester United na fase de grupos da Champions League para o Bayern de Munique em Old Trafford, Erik ten Hag, treinador da equipe, apresentou uma perspectiva peculiar em entrevista. Em suas palavras, o técnico afirmou que os Red Devils não mereceram o resultado, destacando o bom desempenho demonstrado frente ao Bayern.

Desempenho Elogiado, mas Reconhecimento de Erros

Ten Hag elogiou a atuação da equipe, ressaltando o bom desempenho coletivo, embora tenha reconhecido a ocorrência de erros individuais. Ele afirmou que, apesar dos equívocos, o desempenho foi muito bom, e a derrota não refletiu o esforço dos jogadores. O técnico creditou à equipe elogios pela forma como trabalharam em conjunto contra o Bayern, destacando o espírito demonstrado em campo.

O treinador analisou aspectos técnicos da partida, mencionando a boa organização defensiva e a pressão exercida pela equipe. No entanto, Ten Hag apontou a falta de aproveitamento desses pontos positivos e destacou a força do Bayern, capaz de aproveitar momentos decisivos. Uma crítica velada foi direcionada ao banco de reservas, onde, na visão do treinador, faltou qualidade para resolver situações cruciais contra os líderes do Grupo A.

Apesar dos elogios à entrega dos jogadores, Ten Hag ressaltou a necessidade de consistência. Ele destacou seu papel como treinador na busca por melhorias e orientações para a equipe. O treinador enfatizou a responsabilidade compartilhada, apontando que a energia do banco, principalmente na linha de frente, era limitada, indicando a necessidade de opções mais impactantes para enfrentar adversários de peso.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.