Philippe Coutinho: Retorno ao Vasco e Torcida se Mobiliza e o Meia Considera o Brasil como Novo Lar

Philippe Coutinho, ícone da formação do Vasco nas últimas três décadas, está prestes a encontrar um novo clube, uma vez que seu empréstimo ao Al-Duhail, do Catar, chega ao fim no meio do ano. Com o Aston Villa, detentor dos direitos do jogador, demonstrando disposição para liberá-lo, a torcida vascaína se anima com a possibilidade de tê-lo de volta. No entanto, diante da intensa especulação, resta a dúvida: quais são os fatos concretos por trás da potencial repatriação do talentoso jogador a São Januário?

Campanha por Philippe Coutinho nas redes sociais

Recentemente, os torcedores do Vasco iniciaram a campanha “Volta, Coutinho” no X, a antiga plataforma conhecida como Twitter, tornando o assunto um dos mais discutidos em todo o país. A notícia sobre o interesse do clube foi divulgada inicialmente pelo perfil “Mídia Vascaína”.

Contrato com Aston Villa

Aos 31 anos, Philippe Coutinho está vinculado ao Aston Villa até 2026. Contudo, o clube inglês, em excelente fase na Premier League – ocupando o 4º lugar e à beira de uma vaga na Champions -, inicialmente não demonstra interesse em repatriar o meio-campista para a próxima temporada.
Neste contexto, surge o Vasco como um potencial destino para Coutinho. Apesar das sondagens do clube carioca nos últimos anos, o jogador não demonstrava interesse em retornar ao Brasil. Porém, agora, o meia vislumbra positivamente a oportunidade de voltar ao país, dando preferência ao clube que o revelou.

Contato do Vasco

A direção vascaína já estabeleceu contato informal com os representantes do jogador para analisar a situação e avalia uma possível investida para tê-lo por empréstimo. É provável que o Aston Villa solicite uma compensação financeira. Por outro lado, o experiente meia está aberto a reduzir seu salário para selar o acordo com o Vasco. Atualmente, o maior vencimento no clube é o de Payet, que gira em torno de R$ 1,5 milhão mensais.

Você também pode gostar:

Para avançar na possível contratação de Philippe Coutinho, o Vasco necessita da aprovação da 777 Partners, que não demonstra intenção de realizar investimentos expressivos na segunda janela de transferências, principalmente após os gastos de R$ 130 milhões em reforços no início do ano. Diante desse cenário, a preferência do clube é por uma negociação por empréstimo, sem custo de aquisição de direitos. Além disso, a diretoria estuda possíveis saídas durante o período, visando aliviar a folha salarial e abrir espaço para a possível chegada de Coutinho.

Carreira

Philippe Coutinho pode voltar ao Vasco
Foto: Reprodução Internet

Com uma trajetória marcada por transferências significativas, Philippe Coutinho iniciou sua carreira internacional ao ser vendido para a Inter de Milão aos 16 anos, em 2008. No Vasco, onde permaneceu até os 18 anos, o meio-campista acumulou cinco gols em 44 partidas antes de partir para a Itália em 2010. Passou pelo Espanyol antes de chegar ao Liverpool, onde alcançou seu auge.

Sua transferência para o Barcelona, em janeiro de 2018, por 145 milhões de euros (R$ 568 milhões na época), ainda figura como a terceira maior da história do futebol, atrás apenas das aquisições de Neymar e Mbappé pelo PSG. Contudo, no clube catalão, não conseguiu se firmar, sendo emprestado posteriormente ao Bayern de Munique, onde conquistou a Champions League em 2020. Em 2022, transferiu-se para o Aston Villa, permanecendo até setembro de 2023, quando foi cedido ao Al-Duhail.

Leia mais: Cruzeiro mira em Cássio e Philippe Coutinho

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.