Corinthians perde ATLETA, resta saber por quanto será NEGOCIADO

O futuro do volante Gabriel Moscardo, de 18 anos, no Corinthians parece incerto, à medida que o Paris Saint-Germain (PSG) expressa interesse em sua contratação. Apesar da resistência inicial do presidente do clube, Augusto Melo, em liberar o jogador na janela de transferências de janeiro, uma nova proposta financeira do PSG pode resultar na maior venda da história do Corinthians.

Corinthians perde ATLETA, resta saber por quanto será NEGOCIADO

Janela de Oportunidade

Gabriel Moscardo atraiu a atenção de clubes europeus desde meados do ano, mas permaneceu no Corinthians até o final da temporada. Recentemente, o PSG apresentou uma proposta de 22 milhões de euros por 80% dos direitos econômicos do jogador, equivalente a 117 milhões de reais na cotação atual.

Resistência Inicial e Mudança de Rumo

Inicialmente, o presidente Augusto Melo negou a possibilidade de negociar Moscardo no início do ano, visando uma maior valorização financeira no futuro. Entretanto, uma reviravolta ocorreu, e Melo admitiu que o jogador pode deixar o clube. A proposta do PSG, agora para o início da temporada, representa uma mudança de cenário.

Possível Recorde de Venda

Você também pode gostar:

Caso a negociação seja concluída, Gabriel Moscardo se tornará a maior venda da história do Corinthians, superando a transferência de Pedrinho para o Benfica, que rendeu 18 milhões de euros em 2020. A diretoria do clube não vê a necessidade de reter uma porcentagem do jogador, pois o PSG não costuma negociar jogadores importantes com outras equipes europeias.

Benefícios Financeiros e Esportivos

A venda de Moscardo beneficiará o Corinthians não apenas financeiramente, mas também no aspecto esportivo. O PSG, em sua primeira sondagem, propôs um acordo que permitiria ao jogador permanecer no clube brasileiro até meados do próximo ano, proporcionando uma opção valiosa para o meio de campo do técnico Mano Menezes, que expressou interesse em contar com o jogador.

Leia mais: Patrocinadora máster ABANDONA Corinthians, mas presidente faz PROMESSA

Corinthians Quer ser Competitivo em 2024

Rubens Gomes, futuro diretor de futebol do Corinthians, reforça a promessa de tornar o Timão competitivo na próxima temporada, marcando o fim da “farra” de rivais como Palmeiras e Flamengo. Além disso, ele abre o jogo sobre o interesse em Gabigol, atacante do Flamengo, revelando que já iniciaram as conversas.

O Corinthians, sob a liderança do futuro diretor de futebol, Rubens Gomes, está determinado a deixar para trás a recente hegemonia de clubes rivais. Gomes assegura que a abordagem do clube mudou, incorporando uma metodologia focada em análises detalhadas de jogadores por meio da central de mercado Cifut.

Rubens Gomes, conhecido como Rubão, ressalta a mudança na filosofia do Corinthians, afirmando que não mais permitirão a “farra” de conquistas por parte de Palmeiras e Flamengo. Ele enfatiza a intenção de brigar de igual para igual com os grandes rivais, prometendo um retorno do Corinthians à competitividade de alto nível.

Desafios na Montagem do Time

O diretor reconhece os desafios de remontar um time competitivo, destacando a complexidade do processo, especialmente com a abordagem meticulosa adotada pelo Corinthians. Contudo, ele tranquiliza a torcida, assegurando que o clube buscará qualidade, não quantidade, na formação da equipe.

Interesse em Gabigol

Rubão confirma o interesse em Gabigol, atacante do Flamengo, e revela que as negociações já foram iniciadas. Ele expressa otimismo e afirma estar “esperando de braços abertos” pela chegada do jogador ao Corinthians em 2024. No entanto, destaca a complexidade da operação, considerando o contrato vigente do atleta e seu salário considerado elevado.

O dirigente revela que já houve conversas com o Flamengo sobre a possível transferência de Gabigol. Ele enfatiza a necessidade de cautela nas negociações, evitando fornecer detalhes que possam comprometer o processo. Rubão destaca que o diálogo foi positivo, indicando o interesse em alguns jogadores do Flamengo.

Rubens Gomes trabalha em conjunto com Mano Menezes e Augusto Melo, presidente eleito do Corinthians. Apesar de assumir oficialmente em 2 de janeiro, Melo já está envolvido nas negociações. O presidente eleito conta com o aval de Duilio Monteiro Alves, atual presidente, para conduzir as negociações em nome do clube.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.