Corinthians bate Novorizontino e enfrenta o Cruzeiro na final da Copinha

Corinthians triunfa sobre o Novorizontino e enfrentará o Cruzeiro na final da Copinha

Com a Neo Química Arena vibrando, o duelo se iniciou com as equipes exibindo muita tensão e energia. Nos primeiros dez minutos, os confrontos físicos e as infrações se destacaram mais que as tentativas de jogadas elaboradas.

Corinthians avança

Gradativamente, os anfitriões conseguiram manter a posse de bola e avançar em direção ao gol adversário. Inicialmente, Pedrinho forçou Scapin a realizar uma bela defesa após um chute de longa distância. Em seguida, Higor quase superou o goleiro com um cruzamento que acabou se convertendo em um chute. Café respondeu para o Novorizontino, mas Felipe Longo defendeu.

Gol espetacular (e quase o segundo gol)

Aos 19 minutos, o Corinthians conseguiu abrir o placar utilizando a estratégia de um contra um. Kayke, posicionado na ala esquerda, driblou a defesa de Dantas e realizou um cruzamento rasteiro para o centro da área. Arthur Sousa demonstrou sua habilidade ao desferir um chute de letra, acertando o canto do gol defendido por Scapin. O placar ficou em 1 a 0. Pouco tempo depois, o camisa 9 marcou novamente com a assistência de Kayke, mas o VAR invalidou o gol.

Novorizontino tenta reagir

Após o susto, o Novorizontino passou a valorizar mais a posse de bola e focar na elaboração de jogadas, principalmente através de Messias e Diego Galo. Na tentativa de retomar o controle do jogo, o Corinthians começou a cometer faltas e se irritar com as decisões do árbitro Guilherme Nunes Santana.

Você também pode gostar:

“A equipe do Corinthians mostrou uma performance consistente e determinação para alcançar a vitória”, disse o técnico do Corinthians.

Corinthians versus Cruzeiro na final da Copinha

Com essa vitória, o Corinthians avançou para a final da Copinha, onde enfrentará o Cruzeiro. Este será um duelo emocionante, pois ambas as equipes possuem um histórico impressionante na competição.

O histórico do Corinthians na Copinha

O Corinthians é o time com mais títulos na Copinha. Com dez conquistas, o time é o recordista da competição. O time paulista também é o que mais vezes chegou à final: 18 vezes.

O histórico do Cruzeiro na Copinha

O Cruzeiro, por outro lado, já levantou a taça da Copinha uma vez e chegou à final em três oportunidades.

Expectativas para a final

A expectativa para a final entre Corinthians e Cruzeiro é alta. Ambas as equipes mostraram um futebol ofensivo e atraente durante a competição, prometendo um jogo emocionante e cheio de gols.

A final da Copinha entre Corinthians e Cruzeiro promete ser um duelo emocionante. Ambas as equipes têm um histórico impressionante na competição e estão determinadas a levantar a taça. Este jogo é uma excelente oportunidade para os jovens jogadores mostrarem seu talento e determinação.

Mano Menezes valoriza preparação do CORINTHIANS

No mundo do futebol, cada jogo é uma nova história. Uma dessas histórias recentes é a vitória do Corinthians sobre o Guarani, uma partida que não apenas agradou aos fãs, mas também ao técnico Mano Menezes.

A Estreia do Corinthians no Paulista

A estreia do Corinthians no Paulista foi um sucesso, vencendo o Guarani na Neo Química Arena. Esta vitória não surpreendeu Mano Menezes, que destacou os pontos positivos e as áreas que precisam ser melhoradas.

“A equipe resistiu bem, tivemos dificuldades na bola parada, o que indica várias mudanças na equipe desde o final do ano passado. Então, naturalmente algumas coisas precisam ser ajustadas para não sofrer como sofremos com as oportunidades de bola parada. Acho que com a bola rolando as coisas foram bem”, disse Mano em entrevista coletiva após o jogo.

Mano Menezes Valorizando o Coletivo

Mano Menezes valorizou a jogada coletiva que resultou no gol de Romero, que garantiu a vitória ao Corinthians. Ele acredita que com o passar das semanas, o setor ofensivo vai melhorar e começará a criar mais jogadas.

“Creio que erramos na construção final, mas isso é normal e aos poucos vamos retomar isso, com jogadas mais qualificadas, como foi a do nosso gol. Uma jogada mais trabalhada exige mais tempo, mais entrosamento dos jogadores. Entendo essa dificuldade temporária de início de temporada, mas fomos a única equipe do grupo que venceu, isso ajuda, isso é bom e mostra a dificuldade das primeiras rodadas do campeonato para todos”, completou Mano.

Cadastre aqui seu currículo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.